Chuvas de 240 milĂ­metros deixam Valentim Gentil em estado de emergĂȘncia

Materia publicada dia 18/01/2016 - 16:36

Valentim Gentil está, mais uma vez, em estado de emergência por causa das fortes chuvas. Em um período de apenas 24 horas, entre os dias 15 e 16 de janeiro (sexta-feira e sábado), choveu o equivalente a 240 milímetros, causando estragos em vários pontos da cidade e um prejuízo financeiro de aproximadamente R$ 4 milhões ao Município.

 

Sete pontes localizadas em comunidades rurais de Valentim Gentil e nas divisas com outras cidades foram interditadas e terão que ser reconstruídas ou reparadas. Os casos mais graves, que deixaram centenas de moradores ilhados, foram os da ponte localizada no bairro Campo Alegre, divisa com Votuporanga, que caiu, e da ponte na divisa com Meridiano, que dá acesso ao distrito de Santo Antônio do Viradouro e a uma usina sucroalcooleira, cujo aterro desabou, provocando um enorme buraco.

 

Na estrada vicinal José Marciano Barreto, que dá acesso à comunidade rural da Varação, a força da chuva rompeu as galerias pluviais e abriu uma cratera no meio da pista, que foi interditada, obrigando os usuários da via (entre eles centenas de moradores e trabalhadores de um frigorífico) a percorrerem um desvio de aproximadamente 20 km para ir e voltar de Valentim Gentil.

 

Já no Parque Ecoturístico Municipal, a Prainha de Valentim Gentil, a cheia do Rio São José dos Dourados, que teve sua largura passando de 80 para até 400 metros, causou inundação e muita destruição em uma área de quiosques, que ficou completamente submersa. O local está parcialmente interditado até que o nível da água seja totalmente normalizado.

 

A Prefeitura de Valentim Gentil iniciou serviços emergenciais em algumas áreas afetadas pelas chuvas e buscará recursos financeiros para realização de todas as obras de infraestrutura necessárias, por meio da homologação de decreto de situação de emergência nos âmbitos federal e estadual.