Após temporal com vendaval e granizo, Prefeitura decreta situação de emergência

Materia publicada dia 13/10/2015 - 13:18

A Prefeitura de Valentim Gentil, através do Decreto Nº 3.037/2015, declarou em situação de anormalidade, caracterizada como emergência, parte das áreas urbana e rural do município, que foram severamente atingidas pela forte chuva registrada na última sexta-feira, 9 de outubro.

 

Na ocasião, em um espaço de tempo de aproximadamente uma hora (das 16h às 17h), o acumulado de chuvas foi de 95 milímetros, com ventos de até 56 quilômetros por hora, segundo dados da Defesa Civil de Valentim Gentil.

 

A intensidade da chuva, que veio acompanhada de vendaval e granizo, provocou estragos em vários pontos da cidade, trazendo prejuízos para a população e para o Poder Público.

 

O temporal provocou destelhamentos em casas e indústrias, inundações em ruas e avenidas (com danos à pavimentação asfáltica), quedas de árvores em estradas vicinais, danos ao patrimônio público, entre outros estragos.

 

No Centro Desportivo Municipal “Raphael Cavalin”, o vendaval destruiu a cobertura central da arquibancada, além de derrubar muros e árvores. O estádio, que recentemente passou por uma ampla revitalização com recursos próprios da Prefeitura, é utilizado diariamente por cerca de 200 crianças e adolescentes da Escolinha Municipal de Futebol.

 

O Centro de Convivência do Idoso (CCI), localizado no pátio da Estação Rodoferroviária, foi parcialmente destelhado e o Recinto de Exposição do município teve destruído parte do recém-instalado cercamento em gradil metálico.

 

O grande volume de chuvas ainda comprometeu a estrutura da ponte localizada na Estrada Vicinal José Marciano Barreto, zona rural do município, que passa sobre o córrego da Varação, trazendo riscos à segurança dos motoristas que trafegam pela referida via e também aos moradores do entorno.

 

De acordo com a prefeita Rosa Caldeira, o Município buscará os órgãos competentes para que o decreto de situação de emergência – cuja validade é de 90 dias, podendo ser prorrogada por igual período, seja reconhecido e homologado pelas esferas estadual e federal, objetivando a liberação de recursos financeiros para realização das obras necessárias.